Busca Rápida

História

Os primeiros habitantes da região foram os índios caimbés, da tribo dos Tupiniquins. Foi desbravado por colonos vindos de regiões circunvizinhas, sobretudo de Monte Santo e Tucano, que se fixaram com suas famílias e dedicaram-se à lavoura e à criação de gado, até hoje bases da economia municipal.

O povoamento se iniciou na Fazenda Cumbe do Major, de propriedade de Major Antonino, primeiro explorador das terras do município. Os padres jesuítas, em missão de catequese pelo sertão, construíram, no local da atual vila de Massacará, uma capela, ainda de pé, e um convento, destruído pelos próprios quando foram expulsos do Brasil.

Com a chegada de mais colonos, a fazenda Cumbe experimentou considerável surto de progresso, evidenciado em construções, sendo elevada em 1881 à Freguesia de Nossa Senhora do Cumbe, um distrito de Monte Santo. No ano de 1888 foi construída uma capela subordinada a de Massacará, sob a invocação de Nossa Senhora da Conceição, pelo padre Vicente Sabino dos Santos.

A fazenda foi elevada à categoria de vila no ano de 1898 como território desmembrado de Monte Santo. Em 1911 foi constituída do distrito-sede (município). Vinte anos depois, em 1931, Vila do Cumbe, ainda como distrito-sede, foi extinta e a sua área foi reanexada ao município de Monte Santo. Em 19 de setembro de 1933, o território foi emancipado, elevado novamente à categoria de município, constituído de dois distritos: Cumbe (a sede) e Canudos; e, por iniciativa do escritor José Aras, como homenagem ao escritor de "Os Sertões", a cidade passou a ser chamada de Euclides da Cunha, porém, este feito só foi oficializado no ano de 1938.

Em 1953 foi criado e anexado ao município o distrito de Massacará (ex-povoado). Na divisão territorial datada de 1960, a cidade tinha três distritos: Euclides da Cunha (sede), Canudos e Massacará. Em 1985, Canudos foi desmembrado de Euclides da Cunha e elevado a município. No mesmo ano foram criados e anexados os distritos de Caimbé e Aribicé, ex-povoados.

Na divisão territorial de 1995, igualmente na de 2007, o município tinha quatro distritos: Euclides da Cunha (sede), Aribicé, Caimbé e Massacará.


Notícias

terça, 07 de julho de 2020
Tamanho e qualidade da Creche da Bela Vista impressionam. “Coisa de outro mundo”, diz morador

Valeu a pena, muito a pena esperar! O Centro de Educação Infantil Professora Rozângela Moura...

terça, 07 de julho de 2020
Nova Escola ACM, o cartão-postal da Nova América

Pronto! Sonho realizado! A Prefeitura inaugurou na quinta-feira, 02 de julho, a nova Escola ACM....

quarta, 01 de julho de 2020
Decreto 1950: Feira livre às sextas-feiras e comércio fechado aos sábados e domingos

Durante todo o mês de julho, a feira livre de Euclides da Cunha bem como a de animais serão...

terça, 30 de junho de 2020
Prefeitura promoveu capacitação sobre EPIs e vacinou todos os garis contra gripe

Para muitos, eles são invisíveis. E para tantos outros, vítimas diárias de preconceito. Mas a...

quinta, 25 de junho de 2020
Curado da Covid-19, morador de SP voltou à UPA para agradecer atendimento

Seu Antônio Souza, que foi internado na UPA de Euclides da Cunha em maio com Covid-19 depois de...

terça, 23 de junho de 2020
Covid-19: Com crescimento de casos, Prefeitura decreta lockdown pela 2ª vez

Com o rápido crescimento do número de casos de Covid-19 em Euclides da Cunha, a Prefeitura...

Vídeos

O Serviço de Convivência está online para você dar uma sacudida nesse isolamento social. Se liga aí!

Informativo

Dengue 2020 lateral

Fotos